Tudo que você precisa saber antes de jogar Power Rangers Battle for the Grid


Muitas perguntas têm sido feitas sobre o jogo para console da nWay, Power Rangers: Battle for the Grid e o site ComicBook.com conseguiu conversar com os desenvolvedores sobre o jogo e trazer respostas para esta perguntas.

Para quem está por fora do asunto, a nWay e a Lionsgate recentemente anunciaram Power Rangers: Battle for the Grid, um novo jogo para console cross-plataforma que chegará para PS4, Xbox One, Nintendo Switch e PC ainda este ano. Os fãs ficaram bastante animados com a notícia, mesmo que alguns tenham ficado confusos e preocupados sobre alguns elementos. O site ComicBook.com conversou com o Vice Presidente Criativo da nWay, Steve Kuroki e uma das primeiras coisas que ele esclareceu é que o jogo não será porte e nunca teve pretensão de ser.

"Nunca imaginamos para ser um porte", disse Kuroki. "Nós sabíamos que haveria uma confusão no marketing se nós tivéssemos considerado isto, então definitivamente foi uma decisão empresarial e de desenvolvimento feita no início. Não só começamos tudo zero em termos visuais, como também os controles do gameplay são mais parecidos com um jogo tradicional de luta".

"Então um suíte de navegação completo", disse Kuroki. "Eu diria que se você fosse comparar com títulos existentes seria um Dragon Ball FighterZ ou Marvel vs. Capcom, essa série, total controle de todos no seu time, três contra três. Você pode auxiliá-los e ataques assistidos ou pode trocá-los totalmente e ter todo o controle daqueles personagens. E nunca foi nossa intenção fazer um porte com este objetivo. A engine própria do jogo é parecida com a maioria das engines de outros jogos. Nós temos trabalhado na Unity, nesta engine por mais de seis anos para todos os jogos que produzimos, então em termos de tecnologia, é única, assim como um jogo normal de shooter tem usado a Unreal desde sempre".

A nWay tem guardado esse segredo há algum tempo pelo que parece. "Desse aspectom o desenvolvimento próprio do jogo já está acontecendo há mais de um ano", disse Kuroki. "Nós sempre quisemos produzir um jogo tradicional de luta, mas a plataforma mobile não suportava as ideias que nós queríamos fazer, que fossem verdadeiras ao estilo tradicional de luta, especialmente com as ações, combos e todas as habilidades utilizada. Então, levar este jogo para consoles nos deu a oportunidade de fazer o jogo de luta que sempre quisemos fazer.

Conheça os sistemas de combos do jogo

1 - PRECISO DESSES COMBOS

Qualquer jogo de luta que se preze precisa de um sistema de combos para os jogadores quebrarem a cabeça jogando, mas como fãs sabem, estes sistemas de combos vêm em diferentes "sabores", com alguns favorecendo a complexidade e disciplina e outros focando no uso mais simples e fazer com que os jogadores sempre achem que têm uma chance. Para Battle for the Grid, a nWay escolheu trabalhar com a segundo opção, mas quer mostrar profundidade suficiente para manter jogadores hardcore por perto.

Battle for the Grid teve consultoria de pro-players de luta - Foto: nWay

"Nós percebemos que na maioria das vezes, os fãs de Power Rangers não são os fãs hardcores de jogos de luta", disse Kuroki."Nós queríamos construir um sistema de combate que abraçaria este tipo de jogador que faria um combo facilmente, mas também percebemos que isso nos leva para um jogo sem muita profundidade para gameplays avançados e competitivos. Nós desenvolvemos um sistema de combate mais livre. Você pode criar seus próprios combos, você pode fazer um combo lançando seu oponente no ar, continuar com alguns ataques aéreos e seguir com especiais para estender o combo".

O estúdio levou experts em games para ajudar a criar uma experiência satisfatória para iniciantes e jogadores já fãs de jogos de luta.

"Neste momento, em sintonia, na verdade temos, na equipe, alguns jogadores de luta profissionais que participam como designers", disse Kuroki. "Eles estão nos ajudando a projetar o sistema em si. Um jogador em particular, Justin Wong, veio prestar consultoria para nós. Com a ajuda dele nos mostrando sua experiência em jogar esses tipos de jogos, assim como as pessoas que temos como staffs, nós estamos confiantes de que seremos capazes de atingir não somente o jogador casual de jogos de luta, como os fãs hardcores de Power Rangers que conseguem jogar com os personagens do nosso jogo, mas também aqueles que são competitivos e gostam de verdadeiros jogos de luta".

2 - DESAFIOS E COMUNIDADE

Desenvolver um jogo de console do zero tem sua parcela de desafios e para a nWay um deles é escolher os personagens certos para o roster.

"Existem alguns desafios", disse Kuroki. "Eu acredito que muitos deles vêm de escolher os personagens certos. Power Rangers, especialmente com o jogo que fizemos para mobile, agora possui mais de 60 personagens. Nós queríamos ter certeza de que escolheríamos os Rangers certos ou vilões o universo de Power Rangers para preencher todos os arquétipos padrões de jogo de luta".

"Sempre há um debate dentro do estúdio, já que agora somos fãs de Power Rangers", disse Kuroki. "Quais os seus favoritos? Qual irá realmente encaixar  no papel de mais feroz, e maior de tamanho ou personagens mais rápidos? Está sempre é uma conversa divertida no estúdio".

Battle for the Grid terá um roster de personagens conhecidos pelos fãs - Foto: nWay

O jogo é definitivamente inspirado em alguns títulos gigantes como Dragon Ball FighterZ e Marvel vs. Capcom, e a nWay está tentando identificar as melhores maneira de utilizar-se de cada um de seus recursos.

"Nós também somos fãs de games com DBZ e Marvel vs. Capcom, todos os jogos triple-A (de alto orçamento) que estão saindo", disse Kuroki. "É sempre um desafio  de tentar descobrir o que podemos fazer de melhor com nosso tempo e recursos e tentar oferecer o melhor gameplay, mas também não desmotivar tentando fazer com que o jogo seja rico em recursos e esse tipo de coisa. Nós realmente queremos ter certeza de que produziremos um jogo divertido que poderemos aumentar e melhorar e incluir a comunidade no desenvolvimento do jogo. Esperamos que eles sejam tão apaixonados quanto nós. Eu acho que eles já são, como já demonstram com o jogo para mobile Legacy Wars. Que eles possam ser incluídos em como fazemos esse jogo ainda melhor".

"Nós temos um plano de liberação de novos personagens após o lançamento e continuar com isso, e adoraríamos ser capazes de tocar o sentimento da  comunidade  e receber seu feedback para melhorar o que pode ser o grande jogo de luta da próxima geração para nós".

3 - TRÊS É DEMAIS

Em Battle for the Grid você irá controlar três Rangers durante o combate - Foto: nWay

Jogos como Marvel vs Capcom e Dragon Ball FighterZ são conhecidos por movimentos rápidos e grandiosos golpes, algo que combina muito com Power Rangers também. Então, será que veremos algo assim no jogo? Até porque, essa é a franquia na qual um Ranger toca uma adaga como uma flauta e invoca seu Dragão Zord.

"Sim, nós definitivamente estamos nos inspirando na série e temos muitas surpresas para as próximas semanas", disse Kuroki. "Eu não posso revelar quais são, mas os fãs irão ficar bastante animados com o que mostraremos nas próximas semanas".

Kuroki também confirmou que este é um jogo de luta com plano 2D e que terão verdadeiras batalhas de três contra três. Agora, em Marvel vs Capcom, os lutadores podem combinar ataques e criar ultra combos "ridículos". Mas este não será o caso aqui, como disse Kuroki "Pois é, você não poderá combinar os três ao mesmo tempo, mas com certeza poderá trazer pelo menos um deles para ajudar".

4 - PERSONAGENS E SKINS

Parte do anúncio revelou personagens como Gia, Tommy, Drakkon e Jason, mas também poderemos ganhar a segunda forma de Lord Drakkon e skins da Mighty Morphin Rosa. Alguns ficaram confusos sobre o que é um personagem e o que é uma re-skin, e Kuroki esclareceu isso.

Lord Drakkon em sua segunda forma - Foto: nWay

"Então, uma skin mudaria o visual de um personagem", disse Kuroki. "Nós também modificamos o VFX para termos certeza que se encaixa com a skin. Compare isto a um novo personagem. Um novo personagem significa um novo playstyle, animação".

E isso significa que Drakkon será um personagem com a jogabilidade diferente do Ranger Verde e não só um novo visual do mesmo personagem. Isso também significa que teremos uma Ranger Slayer já que a Mighty Morphin Rosa também ganhará skins.

Sobre desbloquear novos personagens e skins, por agora, parece que o único jeito fazer isso é comprar packs DLC, mas isso ainda não é a informação final. "Sim, nós ainda estamos conversando sobre isso internamente", disse Kuroki. "Atualmente a ideia é que você apenas conseguirá as skins por DLC".

5 - SEASON ONE PASS E MODO ARCADE 

O Season One Pass irá incluir três lutadores, uma história arcade e uma nova skin guerreira, e o elemento do meio é um pouco misterioso. Foi previamente revelado que cada lutador teria sua própria história, mas isso é esperado de jogos de lutas similares, que tipicamente possuem algum artwork ou animação entre as fases para linkar lutas individuais.

Por isso, os personagens que vierem com o Season One Pass são dignos de atenção, e nós perguntamos se a história para os personagens individuais seriam as mesmas das no modo arcade ou separadas.

"O Season One Pass tem o modo arcade incluído nele", disse Kuroki. "Eu diria agora que são separadas".

Parte deste passe inclui três novos lutadores, mas que não estarão disponíveis no lançamento. "Eles serão liberados logo em seguida", disse Kuroki. "A skin estará disponível no lançamento, mas os personagens serão anunciados em seguida".

Battle for the Grid também irá incluir um modo de treinamento com tutorial e um modo para praticar livremente e melhorar suas habilidades.

"Sim, teremos esses dois modos de treinamento e prática, e temos o modo treinamento e o tutorial, basicamente o tutorial te ensina como jogar e o modo de treinamento é uma prática livre", Kuroki disse. "Você pode jogar contra o computador em diferentes formas de dificuldade, mas também treinar com variáveis para modificar sua experiência de treinamento".

6 - CROSS-PLATFORMA JOGO PARA TODOS...MENOS PARA A SONY

Um dos aspectos mais legais do jogo é o modo cross-plataforma. O jogo foi anunciado para Nintendo Switch, Xbox One, PC e PlayStation 4, mas um deles não estará disponível para jogar com outros consoles. Adivinha qual é?

Qual será a plataforma que você irá jogar? - Foto: nWay

"Sim, nós não estamos oferecendo PS4 no momento", disse Kuroki. "Eu acho que eles estão sendo seletivos com relação a quem participa agora. Idealmente, nós também estaríamos lá, mas isso é algo que esperamos que esteja disponível no futuro, mas não é uma certeza para o lançamento, com certeza teremos Xbox, Switch, e o PC quando sair, teremos isso também".

7 - JOGANDO COM AMIGOS

Já que você estará jogando com amigos, nós dissecamos como o pareamento entre jogadores e o sistema de ranking vão funcionar.

"Diferente de Battle for the Grid, Legacy Wars tem uma certa progressão pré-estabelecida de personagem em relação ao poder", disse Kuroki. "Nós não faremos isso com esse jogo, será uma partida justa em termos de habilidades e skills do personagem. Nós teremos um modo rankeado, permitiremos que você compita contra os melhores do mundo e também concorra no leaderboard (quadro de líderes) e acompanhar à medida que eles sobem ou caem através dos rankings. Você pode jogar contra qualquer um que resolva entrar na partida. Isso exigirá consideração sobre como fazer a melhor partida possível, mas isso não vai fazer você perder medalhas ou nada desse tipo".

Sobre jogar diretamente contra seus amigos, é ai que a plataforma nWay entra.

"E então usando a nossa plataforma nWay, você poderá jogar a opção cross-play", disse Kuroki. "Você organizará as partidas com seus amigos que estão conectados a você através do nWay Play e lutarão como se estivessem sentado no mesmo sofá".

Claro, você e seus amigos também poderão jogar literalmente no mesmo sofá, o que você achar melhor você pode fazer acontecer. Exceto PS4.

8 - DANDO VIDA AOS RANGERS

A estrutura de gameplay de Legacy Wars se presta a criar ataques totalmente animados que recriam movimentos ou sequências oriundas da série de TV. Isto irá mudar em um jogo de luta em tempo real, mas também não se pode perder as personalidades e movimentos icônicos que os fãs reconhecem da série. nWay está tentando encontrar maneiras de colocar essas personalidades sem sacrificar o gameplay.

"Uma das coisas que estamos construindo dentro do sistema de combate, em termos de como mostramos animações, é termos certeza de que nós temos a oportunidade de mostrar personalidade", disse Kuroki. "Por exemplo, no final de um string, ou talvez no final de um ataque especial, eles podem fazer aquela pose que vemos na série e como são interpretados, até mesmo no nosso jogo do Legacy Wars. Muitas das intros também poderão mostrar seus estilos, teremos esse tipo de coisa também".

"E com os supers e tudo que foi construído junto, nós poderemos expressar seus estilos em termos de qualquer coisas que venha da referência visual", disse Kuroki. "No estilo de jogo, é aí que realmente podemos combinar muita experiência em jogos de luta. Você poderia imaginar Goldar, por exemplo, ele parece ser meio bruto. Ele tem uma espada e você não espera que ele se mova rápido. Então podemos basear bastante o estilo de luta nestas características, muito mais do que um jogo card-base, que é mais baseado em timing e tudo mais".

"Então, quando o Goldar vai realizar um ataque, ele não tem que necessariamente atacar automaticamente", disse Kuroki. "O jogador de Goldar precisa ter certeza de que a defesa do oponente pode colocá-lo em um ataque de inicialização ou algum tipo de confirmação no frame para que ele possa fazer um grande ataqueou até agarrar o oponente, por exemplo. Nós temos agarramento neste jogo que não pudemos fazer em Legacy Wars".

"Então se você se aproxima de alguém que possui esta habilidade, tenha cuidado, porque você estará em uma situação ruim", disse Kuroki. "Eles podem te jogar contra uma parede, por trás de você ou algo parecido. Isso vai ser divertido e definitivamente bem diferente de Legacy Wars".

Um jogo pensado antes de Legaccy Wars - Foto: nWay

Legacy Wars foi produzido primeiro, mas Power Rangers: Battle for the Grid é o jogo que sempre quiseram fazer.

"Uma das inspirações para Legacy Wars seria um verdadeiro jogo de luta, mas contruimos em um sistema completamente diferente para a experiência mobile", afirma Kuroki. "Então voltamos à produção de um jogo de luta que tem muito mais possibilidades de jogadas e habilidades, com algo que as pessoas possam se divertir dando umas porradas ou realmente aprendendo a dominar o sistema para que possam competir melhor".

9 - ESTEJA PREPARADO

Defesa é sempre algo importante em jogos de luta, e em Legacy Wars o jogo usa movimentos de defesa que aparecem de maneira randômica durante a luta (assim como todas as outras cartas). Mas isso não acontecerá desta maneira em Battle for the Grid.

"Não é tão complicado como em nossos jogos anteriores, ou até algo como no Smash que você precisa segurar um botão para defesa e tem pouco tempo para se defender", explica Kuroki. "É bem simples, nós queremos ter certeza que é fácil de usar. Se você quer se defender, apenas segure para trás. Quero dizer, tem uma defesa em pé e uma defesa mais baixa, então se o atacante tem a possibilidade de atacar misturando as duas posições".

"Mas também tem o cross-up, para que eles possam pular por cima de você, eles poderiam acionar um ataque assistido que te colocariam em uma situação, e simplesmente, eles podem te agarrar agora, e você pode brincar e andar até ele e fazer o que gostamos de fazer agarrando seu alvo", disse Kuroki.

10 - CENÁRIOS

Os fãs puderam ver suas locações favoritas da franquia de Power Rangers ganhar vida em Legacy Wars, mas ainda não viram nada comparado a o que os aguarda em Battle for the Grid.

Novos cenários disponíveis em Battle for the Grid - Foto: nWay

"Sim, as locações serão baseadas em muitos ambientes dentro do nosso story mode", conta Kuroki. "Muitas delas serão animadas e terão VFX, fidelidade em alta resolução e estou muito animado de como estão ficando. Muitas das coisas que não pudemos fazer em Legacy Wars por causa da memória e coisas do tipo, poderemos fazer neste jogo".

Mas as locações não serão interativas, apesar de Kuroki não negar completamente essa possibilidade. "Não terá nenhum tipo de interação com a locação, pelo menos no primeiro lançamento do ambiente, mas terá algo que vocês se divertirão muito jogando", disse Kuroki.

11 - O ROSTER DE PERSONAGENS

Até o momento foram revelados quetro personagens, que incluem Super Megaforce Amarela (Gia), Mighty Morphin Verde (Tommy), Mighty Morphin Vermelho (Jason) e Lord Drakkon (Tommy vilão), e a imagem do roster inicial indica que haverão 15 lutadores no lote inicial.

Com mais de 25 anos de personagens para trabalhar, é obvio que alguns personagens não foram escolhidos para estar no jogo, mas isso não quer dizer que não possam ser adicionados depois.

"Com certeza vários personagens foram deixados de fora do roster", explicou Kuroki. "Alguns estamos planejando adicionar posteriormente com certeza, mas é difícil dizer. Eu não vou dar nomes exatos, porque não posso dar spoilers, mas assim que começarmos a revelar o roster eu acredito que as pessoas ficarão felizes com que escolhemos".

Veja os personagens revelados e as skins abaixo:

Mighty Morphin Vermelho (Jason)

- Nenhuma skin revelada até o momento.

Mighty Morphin Verde (Tommy)

- Ranger Verde V2 skin (Traje do Bat in the Sun)

Super Megaforce Amarela (Gia)

- Nenhuma skin revelada até o momento.

Lord Drakkon (Tommy vilão)

-Lord Drakkon Evo II skin (Segunda Forma de Drakkon)

Ranger Rosa (Kimberly) (suspeita-se que será a Ranger Slayer)

- Mighty Morphin Rosa skin

12 - POR QUE JOGAR?

Sendo você um fã de longa data de Power Rangers Legacy Wars ou um fã da franquia querendo uma experiência imersiva com um novo jogo, aqui estão as razões para jogar Battle for the Grid a shot.

"Nós estamos construindo esse jogo do zero como uma carta de amor para os jogadores que nos apoiaram na jornada de Legacy Wars, e para os novos jogadores que não viram um novo jogo de Power Ranger, principalmente para console, em muito tempo", diz Kuroki. "Nós estamos fazendo esse jogo com paixão, amor e cuidado, não só para os jogadores iniciantes, mas para gamers que amam jogar".

"Como estúdio, a nWay Games é feita por pessoas que jogam todo tipo de jogo. Mobile, consoles, de PS4 ao Switch, e queremos ser capazes de jogar jogos que nos divirtam, sejam persistentes e competitivos, mas também queremos trazer jogos que pessoas de todas as idades possam jogar. Esta é uma oportunidade de juntar todos em algo que realmente estamos orgulhosos e animados para mostrar para todo mundo".

Power Rangers: Battle for the Grid chega para os consoles em Abril e ele já está disponível para pré-venda.
Tudo que você precisa saber antes de jogar Power Rangers Battle for the Grid Tudo que você precisa saber antes de jogar Power Rangers Battle for the Grid Reviewed by Mega Power Brasil on quinta-feira, janeiro 24, 2019 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.