Power Rangers Dino Super Charge Reviews

Shelby é destaque no terceiro episódio de Dino Super Charge

quarta-feira, fevereiro 17, 2016Redação


Dino Super Charge da uma revigorada depois do segundo episódio mediano e volta ao ritmo que estávamos acostumados em Dino Charge: Boa história, bom desenvolvimento de personagens e batalhas interessantes.

Este episódio de foi claramente uma homenagem a Nightmare on Elm Street (A Hora do Pesadelo no Brasil), mas só no nome mesmo, não caberia um vilão do porte de Freddy Krueger não é mesmo? James Gaylyn está de volta no papel de Mr. Watkins o pai de Shelby para um episódio que da destaque mais uma vez a Ranger Rosa. E isso é excelente!

Gaylyn tem um carisma impressionante. Normalmente o ator é escalado para papéis pragmáticos ou mentores, aqui ele representa uma figura paterna que quer acreditar que sua filha irá seguir seus passos. Teria sido fácil para os roteiristas criarem uma história bem simples do pai que não apoia a filha, ma em Dino Super Charge é bem diferente. Chip Lynn consegue mostrar que mesmo não gostando da paixão de Shelby pelos dinossauros, Mr Watkins quer o bem para ela e lentamente percebe que está errado e "permite" que Shelby viva o sonho de sua vida.

Episódio com boas atuações - Foto: Reprodução internet

Torcemos que o pai da Ranger Rosa apareça mais vezes na temporada (que infelizmente tem poucos episódios), para fazer hamburgers deliciosos e que deixam qualquer um com água na boca. Vai dizer que você não ficou com fome nessa parte.

Nesse episódio Heckyl manda um monstro que é capaz de invadir os sonhos dos Rangers e fazer com que acreditem que estão acordados e seus amigos são na verdade Vivix. Uma reclamação que fiz no último episódio é que os Rangers estavam demorando para suspeitar que o personagem tinha segundas intenções. A reviravolta do episódio fui justamente a descoberta do vilão por parte de Shelby, logo em seguida Heckyl se transformou em Snide na frente de todos os outros heróis e o disfarce foi por água abaixo.

Shelby e os Rangers descobrem quem é o vilão da vez - Foto: Reprodução internet

Apesar de ser um episódio com foco na Ranger Rosa, os outros Rangers tiveram seu destaque em cenas pequenas, mas que devem ser levadas em conta pela sinergia que o elenco tem. É engraçado ver as caras e bocas de Koda e o carisma de Tyler. São detalhes que fazem o episódio ficar mais encorpado e natural, não parecendo as atuações "engessadas" de Megaforce.

Não foi um episódio convencional. Na verdade "Nightmare in Amber Beach" é um episódio de desenvolvimento de personagem e que foi muito bem executado. As lutas e o monstro do dia foram apenas os pilares para construir o enredo do terceiro episódio de uma temporada que ainda vai crescer bastante.

Você também pode gostar

0 comentários

Parceiros

Apoio Apoio
Apoio