Destaques Matérias

Lionsgate da prioridade ao lançamento de Power Rangers

terça-feira, dezembro 22, 2015Redação


Na última Quinta-Feira (17), fomos surpreendidos com a mudança de data de Power Rangers para Março de 2017, dois meses depois da antiga data, mas o que realmente essa mudança sugere?

Para quem acompanha as notícias do filme, deve lembrar que originalmente Power Rangers seria lançado em 22 de Julho junto com Caça Fantasmas, Cavaleiros da Távola Redonda: Rei Arthur e A Era do Gelo 5. Caça Fantasmas passou para a semana seguinte, Star Trek Beyond acabou em 22 de Julho, o que ontem, colocou Rei Arthur na data de 17 de Fevereiro de 2017, enquanto Power Rangers acabou em 13 de Janeiro de 2017.

Mas tudo isso mudou mais uma vez. Power Rangers agora irá ser lançado em 24 de Março de 2017. Mas como essa era supostamente a data de lançamento do quarto e último filme de Divergente, de Shailene Woodley, Ascendente, o filme irá agora ser lançado em 9 de Junho de 2017.

Com Divergente chegando ao fim, a Lionsgate irá apostar em uma nova franquia - Foto: Reprodução internet

Então, o que seria o primeiro passo para o que a Lionsgate espera ser o início de uma franquia será lançado na data previamente ocupada por Jogos Vorazes, Divergente e (no próximo ano) Batman vs Superman: Dawn of Justice. O filme terá sua estreia na mesma data de A Múmia, da Universal/Comcast Corp, o primeiro filme desse nova franquia de um universo interconectado dos monstros clássicos.

Ascendente irá ser lançado no meio do verão contra Guerra Mundial Z: 2, de Brad Pittt. Talvez por causa do lançamento do próximo Sexta-Feira 13 em 13 de Janeiro assim como o primeiro capítulo da ambiciosa adaptação de A Torre Negra, da Sony, mas é aqui que essa notícia fica interessante:

Quando se trata de objetivos de longo prazo, o sucesso do primeiro filme de Power Rangers é significativamente mais importante para a Lionsgate do que o sucesso do último filme de Divergente. Com todo o respeito, a franquia sci-fi juvenil (Divergente) anda com as próprias pernas e não é como se a Lionsgate tivesse que manter o interesse da audiência na esperança de fazer spin-offs ou prequels ou o que quer que seja que um estúdio queira fazer com uma franquia que está terminando.

Arte conceitual abandonada do T-Rex para o novo filme de Power Rangers - Foto: Mega Power Brasil

Uma vez que terminarem os quatro filmes baseadas na distopia de Veronica Roth, acabou. O sucesso da Lionsgate em transformar Divergente em uma grande franquia foi uma vitória em si, mas não é uma propriedade que marcou época.

Então, o primeiro filme de uma nova franquia é mais importante do que uma franquia que teve uma recepção bem sucedida mas indiferente. Isso é especialmente verdade quando o novo produto é voltado para crianças e possui todo o tipo de oportunidade de merchandising e pode teoricamente criar uma nova geração de estrelas de cinema (meus parabéns por conseguirem Ludi Lin de Monster Hunt, o maior filme Chinês que finalmente será exibido nos EUA mês que vem).

Ainda assim, se aceitarmos esse cenário, o que faremos do fato de que uma franquia “importante” foi movida para o início de Março enquanto um filme final “menos importante” foi movido para o pico do verão? Blockbusters podem ser lançados em qualquer data se o produto for vendido com sucesso, o lançamento de Star Wars é a maior prova disso. Mas nessa situação, a Warner Bros. moveu Dawn of Justice para o final de Março, o que pode ser um argumento para afirmar que um lançamento no meio da primavera é mais importante do que uma data convencional no verão.

O final de Março tem sido um período quente ultimamente. O lançamento de Jogos Vorazes em 2012 trouxe US$152 mihões (terceiro maior lançamento na época) e providenciou um terreno seguro para o lançamento da franquia Divergente com US$54 milhões em 2014. Foi também quando a DreamWorks lançou The Croods e foi quando FilmDistrict lançou Olympus Has Fallen em 2013. Então, competindo com o que será uma grande estreia para Batman vs Superman: Dawm of Justice, Lionsgate fez uma escolha curiosa, uma que pode indicar um novo horizonte, no qual o final de Março, tecnicamente a 12ª semana do ano, é um período mais cobiçado do que o meio de Junho.

O primeiro filme de 1995 dos Power Rangers - Foto: Reprodução internet

Isso não significa que o início de Junho é uma armadilha mortal para lançamentos, Prometheus e A culpa é das Estrelas, de Woodley, provam o contrário. Mas, a não ser que se argumente que a Lionsgate esteja mais preocupada em dar uma data de lançamento melhor ao filme final de Divergente do que maximizar o potencial de Power Rangers, podemos apenas concluir que o que seria um lançamento “off season”, um que tem se provado vantajoso nos últimos anos, seria uma posição melhor para essa nova geração de Mighty Morphin Power Rangers.

O texto original foi postado na Forbes.

Você também pode gostar

0 comentários

Parceiros

Apoio Apoio
Apoio